Seguir por email

quinta-feira, 29 de julho de 2004

CELEBRIDADES EM ASCENSÃO
www.melroze.com

CELEBRIDADES QUE JÁ FORAM PRESAS
www.thesmokinggun.com/mugshots/

ANIVERSÁRIOS DOS FAMOSOS
( que tal colocar a data de aniversário de um famoso a seguir à assinatura digital? ) www.famousbirthdays.com/

DESAPARECIDOS (com fotos e tudo)
www.policiajudiciaria.pt

OS DUPLOS DAS CELEBRIDADES
www.celebrity-doubles.com
"A estupidez é infinitamente mais fascinante do que a inteligência.
A inteligência tem limites, a estupidez não..."

A estupidez é infinitamente mais fascinante do que a inteligência

"A estupidez é infinitamente mais fascinante do que a inteligência.
A inteligência tem limites, a estupidez não..."
Mulher do ponto de vista químico!
Fórmula química da mulher!

Elemento: Mulher
Símbolo: Mu
Descobridor: Adão
Peso Atómico: Aceite como 50 kg, mas é sabido que varia de 45 a 92 kg.
Ocorrência: Quantidade excedente em toda a área urbana.

COMPOSIÇÃO
10% Peitos
10% Coxas
50% Pensamentos Vagos
30% Roupas

PROPRIEDADES FÍSICAS
  1. Superfície geralmente recoberta por revestimento colorido.
  2. Ferve por nada, congela sem razão.
  3. Derrete se submetida a tratamento adequado.
  4. Amarga se usada incorrectamente.
  5. Alta perigosidade se manuseada por mãos inábeis.

 

PROPRIEDADES QUÍMICAS

  1. Possui afinidade com ouro, prata, platina e pedras preciosas.
  2. Capaz de absorver grandes quantidades de substâncias caras (roupas, jantares, casas, carros...).
  3. Pode explodir espontaneamente.
  4. Extremamente barulhenta quando encontrada em grupo.
  5. Insolúvel em líquidos, mas com actividade aumentada por saturação em álcool.
  6. Cede à pressão quando aplicada em pontos correctos.

UTILIDADES GERAIS

  1. Altamente ornamental, especialmente em carros desportivos, iates e piscinas.
  2. É o mais poderoso agente redutor de dinheiro que se conhece.
  3. Pode ser de grande ajuda para relaxamento.
  4. Muitas vezes, quando usada correctamente, pode lavar, cozinhar, passar e buscar chinelos e jornal para o Dono da casa.
  5. Ideal para elevar espíritos deprimidos, bem como para deprimir espíritos elevados.

O QUE FALTA NA SUA ESTRUTURA

  1. Botão de ON/OFF.
  2. Botão de volume.
  3. Controlo Remoto.

tinta permanente - João Pires - "fumo sem fogo"

fumo sem fogo


As celebridades estão a ser convidadas por uma empresa tabaqueira norte-americana para "adoptarem" a sua marca de tabaco, com direito a tabaco vitaliciamente. No entanto parece que ainda não conseguiu volutários até à data.
Circulava eu pela net atrás de um endereço de correio electrónico, quando vou parar a uma prestigiada tabaqueira de reconhecido nome internacional e vejam só quais as novas politicas:
- Não querem que as crianças fumem  ??

Criança de dois anos fumando


Será que podemos acreditar nisso? Na realidade a população em geral esperaria que as tabaqueiras agissem dessa forma, mas será necessário estar vigilante no tocante a essas políticas.
No passado tivemos o tabaco como simbolo de virilidade, associados às estrelas do cinema. Depois foram os refrigerantes a espalhar o novo "status" Logo a seguir veio a comida rápida
e agora:
Temos os primeiros passos da comida lenta.
Voltando ao tema central, o tabaco foi um acessório de moda, mas o vício ficou. Assim, as crianças nunca poderão ser colocadas em questão em relação ao tabaco, sob ameça de nunca se livrarem dele durante toda a vida.
As tabaqueiras não precisam de fidelizar os seus clientes: eles fidelizam-se por si só! O mais difícil é começar.
Seria bom mesmo que as estrelas do cinema e outras celebridades não aceitassem definitivamente a inovadora promoção da tabaqueira que insiste em oferecer tabaco vitaliciamente. O tabaco já não está na moda. Aliás é uma grande chatice ter que acordar a meio da noite e sair à rua para comprar um maço de tabaco ou termos os vizinhos no trabalho, no café, no restaurante ou noutros locais a olharem de soslaio para o fumo errante do nosso tabaco.
Será mesmo uma dependência ter que riscar um fósforo para acender o próximo cigarro ? Não será já uma atitude mecânica e irreflectida ?
Aqui vai uma sugestão:

Fumem cachimbo !! 
Mas antes considerem outra hipótese:
O país sem fumo por um dia.
Gosto de imaginar um dia o país sem fumo... de tabaco. Quantos aos outros fumos, fica para outro dia.
Depois passem à descoberta do cachimbo. Sim, esse tem um ritual muito próprio, nada conveniente em algumas situações, e condida ao fumo reflectido.


Veja também

blogs lusitanos famosos
http://andrade-alexandre.planetaclix.pt/1bsk.htm http://bomba-inteligente.blogspot.com/ http://dicionariodiabo.blogspot.com/ http://gatofedorento.blogspot.com/

directorio blog
http://blogo.no.sapo.pt/ http://bloconotas.blogspot.com/ http://blogo.no.sapo.pt/ http://www.omeudiario.net/ptbloggers/ http://blogo.no.sapo.pt/geral/actualidade.htm

Fernão Magalhães - navegador português

Fernão Magalhães

O português que descobriu a passagem marítima do Atlântico para o Pacífico não concluiu a viagem de circum-navegação que iniciara ao serviço da coroa de Espanha. Mas ficou para a história.  A 8 de Setembro de 1522, chegava a Sevilha uma nau com 18 tripulantes. Estes homens tinham zarpado do mesmo porto, mais de três anos antes, à descoberta de uma passagem de ocidente para oriente - eram os poucos sobreviventes da armada de Fernão de Magalhães. 

O navegador português serviu durante nove anos nos mares do Oriente, ajudando à conquista de vários territórios, incluindo Malaca, subjugada por Afonso de Albuquerque em 1511. De regresso a Lisboa, em 1514, viu recusado pelo rei D. Manuel o seu pedido de aumento da tença anual. Partiu para Espanha e ofereceu os seus préstimos a Carlos I de Espanha (futuro imperador Carlos V). 

Aliciado pela perspectiva de atingir as ilhas das especiarias por ocidente, o monarca cedeu ao navegador português as naus e equipagem para o intento. Segundo os seus cálculos, e dos irmãos Faleiro, as Molucas encontravam-se na metade do mundo que, pelo tratado de Tordesilhas, cabia à coroa de Castela; os cosmógrafos portugueses garantiam mesmo que a cerca de 40 graus de latitude a sul do Brasil, havia uma passagem do oceano Atlântico para os mares do Sul. Durante um ano foi preparada a armada, composta pelas naus Trinidad, San Antonio, Concepción, Victoria e Santiago. 

A frota contava com cerca de 240 tripulantes de várias nacionalidades, entre os quais o italiano António Pigafetta, que deixaria um relato completo da viagem de Magalhães. Segundo ele, no relato publicado por Neves Águas, o português partiu de Sevilha rumo às Canárias a 10 de Agosto de 1519, seguindo depois até à costa da Guiné, "resolvido a abrir um caminho que nenhum navegador conhecera até então". 

Rumaram depois ao Brasil, atingindo o Rio de Janeiro no início de Dezembro, onde ficaram 15 dias, ao fim dos quais Pigafetta testemunha: "Costeámos o país até 34º 40' de latitude sul, onde encontrámos um grande rio de água doce". Era o rio da Prata, onde "habitam os canibais, ou comedores de homens", que os navegadores julgavam poder ser a tão almejada passagem para o Oriente.
Falando sobre conflitos de gerações, o médico inglês Ronald Gibson começouuma conferência citando quatro frases:
  1. "A nossa juventude adora o luxo, é mal-educada, despreza a autoridade enão tem o menor respeito pelos mais velhos. Os nossos filhos hoje sãoverdadeiros tiranos. Eles não se levantam quando uma pessoa idosa entra,respondem aos pais e são simplesmente maus."
  2. "Não tenho mais nenhuma esperança no futuro do nosso país se a juventudede hoje tomar o poder amanhã, porque esta juventude é insuportável,desenfreada, simplesmente horrível."
  3. "O nosso mundo atingiu seu ponto crítico. Os filhos não ouvem mais ospais. O fim do mundo não pode estar muito longe."
  4. "Esta juventude está estragada até o fundo do coração. Os jovens sãomause preguiçosos. Eles nunca serão como a juventude de antigamente... Ajuventude de hoje não será capaz de manter a nossa cultura."Após ter lido as quatro citações, ficou muito satisfeito com a aprovaçãoqueos espectadores davam às frases.Então, revelou a origem delas:- a primeira é de Sócrates (470-399 a.C.)- a segunda é de Hesíodo (720 a.C.)- a terceira é de um sacerdote do ano 2000 a.C.- a quarta estava escrita em um vaso de argila descoberto nas ruínas daBabilónia e tem mais de 4000 anos de existência.

favoritus